voltar

RPG: CORPO ALINHADO EM 6 POSTURAS

Publicada em maio/2007

Sentar na cadeira em frente ao computador por horas a fio, andar com salto alto, segurar o filho no colo, se acomodar no sofá ou na cama. Reparou em como você se comporta nas pequenas atividades do cotidiano? Normalmente a coluna é mal tratada.

O resultado da má postura é a dor - que varia da hérnia de disco àquela ocasionada por movimentos repetitivos no trabalho ou no esporte. Para solucionar esse mal estar, existe uma técnica da fisioterapia criada no início da década de 70 pelo francês Philippe Souchard. É a Reeducação Postural Global, a conhecida RPG.

A técnica é baseada em seis posturas específicas que têm como foco o alongamento muscular, o trabalho respiratório e o fortalecimento de músculos fundamentais para a melhora do alinhamento postural. Cada uma delas dura normalmente 20 minutos, em sessões de 1 hora. A roupa deve ser leve, geralmente duas peças – biquíni ou top e shorts. Não é necessário o uso do tênis.

A atenção não é voltada apenas à correção da postura e ao fortalecimento dos músculos, mas também à respiração adequada. Deitado, sentado ou em pé, o paciente deve ter participação ativa durante o tratamento e o que foi trabalhado na sessão deverá ser levado para além das paredes do consultório. Chega às atitudes no dia-a-dia.

Segundo Clóris Regina Canto, fisioterapeuta assistencial do Centro de Reabilitação Einstein, a consciência corporal é envolvida no processo. A pessoa tem que sair do consultório e levar o que aprendeu para as atividades dela. “Esse vai ser o sucesso: conseguir uma boa postura, um bom alinhamento. É preciso aplicar o que aprendeu: na rotina, quando se fica sentado por oito horas em frente ao computador”, explica.

Não existe limite de idade para utilizar essa técnica. De crianças a idosos, todos podem ser tratados, desde que o médico tenha recomendado. A RPG não ajuda apenas a tratar as dores. Também pode ser uma ótima aliada na hora de prevenir. A ideia é a mesma: ensinar a posição adequada.

Reconhecer uma grande alteração postural – que pode causar danos articulados no futuro. “Se a mãe ou outro familiar perceber alguma alteração na postura da criança ou se há histórico familiar, é interessante conversar com um médico sobre o encaminhamento para avaliação de RPG. Assim é possível tratar a criança precocemente e evitar que tenha problemas de postura no futuro”, explica Lucimara Franciscone Oliveira, fisioterapeuta assistencial do Einstein.

É preciso aplicar o que aprendeu: na rotina, quando se fica sentado por oito horas em frente ao computador

Passo-a-passo

A primeira sessão é direcionada a entender o histórico do paciente, ou seja, conhecer seus costumes e hobbies e realizar a avaliação postural. Os objetivos de quem procura o tratamento são levados em conta: alívio da dor, alinhamento da postura, prática de atividades físicas sem dor, bem-estar e ganho de flexibilidade muscular. “Atendemos aquele que vai esquiar ou o que quer que a dor cesse. Temos que conhecer seus hábitos de vida”, esclarece Lucimara.

A partir da segunda sessão são indicadas as posturas para determinada queixa. São as mesmas para todos os pacientes. Entretanto, dependendo do diagnóstico, o foco é mais acentuado em algumas delas. De acordo com Clóris, existem dois grandes grupos musculares: o posterior e o anterior. Para cada um deles há exercícios diferentes. “Começamos sem carga e evoluímos, quando o alongamento é maior”, afirma.

Os resultados geralmente aparecem depois da décima sessão sendo que, em alguns casos, esse número é suficiente. Após o término do atendimento, o paciente deve continuar fazendo os exercícios aprendidos e tomar conta para que a coluna esteja sempre ereta.

No Einstein, a RPG começou em meados de 1994. O paciente só pode iniciar suas atividades com solicitação médica. A sessão é de uma hora, com tempo para trocar de roupa e se acomodar. A pessoa tem a possibilidade de utilizar mais do que a maca em que faz os exercícios. Quando necessário, após a sessão de RPG, o paciente é encaminhado para equipamentos de musculação da academia do Centro de Reabilitação.

“O atendimento é personalizado. Temos uma estrutura que vai além das quatro paredes, por exemplo, para orientar o paciente a como agir durante a atividade física”, salienta Clóris.

FONTE: ALBERT EINSTEIN - Sociedade Beneficiente Israelita Brasileira

Parceiros


Instituto Flor de Lótus - Centro de Estudo em Saúde
Alameda Barão de Nova Friburgo, 255
Olaria, Nova Friburgo/RJ. CEP: 28623-060
WhatsApp: (22) 99856-4897
(22) 2523-8863 / (22) 2521-0673 - contato@institutoflordelotus.com.br